Novo desenho da atuação do BNDES: protagonismo de atores privados

O mês de março marcará o início efetivo das mudanças estruturais no BNDES. Desde junho de 2016 à frente de um dos maiores bancos nacionais de desenvolvimento do mundo, a nova gestão do BNDES anunciou o lançamento de editais para a modelagem de projetos privados de saneamento básico em seis estados brasileiros (Amapá, Alagoas, Maranhão, Pará, Pernambuco e Sergipe).

Após meses de estudos e declarações, o BNDES parece finalmente concentrar esforços para concretizar uma nova função institucional na economia brasileira: a coordenação dos investimentos. Os editais têm por objetivo a contratação de serviços técnicos especializados para a estruturação de projetos com envolvimento direito da participação privada, na forma de concessão, subconcessão, parceria público privada (PPP) e alienação de ativos.

Os seis pregões eletrônicos a serem realizados na segunda quinzena do mês de março visam criar uma nova expertise no BNDES para esse tipo de atuação. Com a manifestação de interesse de ao menos mais 12 estados brasileiros, a intenção do Banco é lançar editais similares para o começo de 2018.

Daniel Steinberg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s